Header Ads

Diário dos Desenvolvedores #1


Olá, pessoal! O HiRezMartini, designer-chefe do Paladins, publicou no site oficial uma nota sobre a visão de design que a equipe pretende alcançar na Temporada 2 do Competitivo do Paladins. Essa é a primeira de uma série de publicações que farão a gente entender um pouco melhor quais são os objetivos que os desenvolvedores almejam para o game, e nessa primeira nota foi comentado o papel dos suportes no jogo. Como eles estão se saindo agora e o que ocorrerá com eles na próxima atualização para um balanceamento geral da Temporada 2.


Essa publicação está no site oficial do Paladins.

Quem está preparado para a Temporada 2?  

Com a atualização OB67 já rolando, é hora de começar a pensar no futuro e se preparar para a Temporada 2 do Competitivo.  Nós estamos realmente empolgados para tentar várias coisas novas nessa temporada, e eu gostaria de repassar algumas mudanças que serão feitas para melhorar o balanceamento.

Esse é o primeiro de vários textos que eu farei sobre o balanceamento dos Campeões até a Temporada 2.  Eu quero com isso abrir as cortinas e mostrar à comunidade como tomar decisões para um balanceamento melhor. Vou começar com os Campeões de suporte, e vou falar sobre cada classe a cada novo texto.

Primeiro, vamos olhar o que caracteriza um suporte em Paladins:

  • Campeões de suporte têm armas eficientes e mortais. Eles podem causar bastante dano. Eles não são indefesos.
  • Mas são, com certeza, bem defensivos.  Suportes têm entre 2300 e 2600 de vida.  
  • Muitos têm controles coletivos fortes e poderosas habilidades de cura.  Muitos têm habilidades que os permitem minimizar ou até mesmo evitar tomar dano.
  • Suportes têm supremas poderosas.  Eles podem arrasar ou desabilitar o time inimigo, podem curar e proteger seu próprio time. Todas essas habilidades fazem dos suportes uns Campeões bem completos.  Nós curtimos o fato de que eles podem ser uma ameaça e conseguem se virar muito bem sozinhos numa briga. Você não é apenas uma máquina que cura, você pode causar dano E TAMBÉM ajudar sua equipe. Às vezes até bem demais, em alguns casos.

Veja o Mal´Damba, por exemplo.

Ele tem 2650 de vida.  Ele é resistente.  Campeões de Dano e de Flanco costumam ter entre 1800 e 2300 de vida.
  • Cobra Cuspideira
    • É a arma de Mal’Damba.  Ele pode causar até 800 de dano por segundo.  Ele dispara rápido e é fácil de acertar os disparos.  Quando ele recarrega a arma, ele arremessa a cobra que pode atordoar o alvo por 1 segundo.  Ele pode inclusive interromper algumas supremas com um arremesso de cobra no momento certo.
  • Espírito de Cura
    • É uma habilidade que cura um aliado com o passar do tempo.  E tem uma base de tempo de recarga de 3s.  Essa habilidade pode inclusive curar Mal’Damba e dar bônus à sua resistência a dano com alguns baralhos.
  • Cabaça
    • A cada 10s Mal’Damba pode arremessar uma Cabaça.  Isso cobre uma grande área e cura os aliados em 280 por segundo.  Além de causar dano nos inimigos em 200 por segundo. Mal’Damba pode usar isso para se curar também.
  • Deslizar
    • Mal’Damba pode avançar para frente e se tornar imune e intangível por um breve momento.  O tempo de recarga é de 8 segundos.  É ótimo para se reposicionar e fugir de ataques dos inimigos.
  • Serpente do Pavor
    • Com a suprema, a Serpente do Pavor, Mal’Damba consegue incapacitar e causar medo em todo o time adversário.  Essa é uma suprema que pode mudar o rumo do jogo rapidamente.

Resumindo, Mal’Damba é um poderoso aliado para se ter no time.  Ele é um alvo escorregadio que consegue curar o time, causar bastante dano e ainda por cima desabilitar a equipe inimiga toda.  Essas são qualidades que os outros Suportes também têm!

Na Temporada 1, os suportes foram excepcionalmente bem. Os Campeões de Suporte têm uma das maiores taxas de vitória não importa o nível.  Na temporada 2, nós queremos ajustar esse pequeno desequilíbrio de poder sem mudar o prazer de se jogar com um Campeão de Suporte ou tirar aquilo que faz deles tão divertidos de se jogar.

Não queremos diminuir o dano que causam nem modificar a letalidade do Campeão de suporte.  Nós também estamos contentes com a situação da cura de cada um. Achamos que a versatilidade que eles têm é importante e ajuda as outras classes a brilhar.  Começando com só um pequeno ajuste, a gente vai abaixar um pouquinho a vida dos Suportes e ficar monitorando como isso afeta essa classe.

Achamos que isso mantém a essência de se jogar com um suporte intacta, e ainda obriga os jogadores a darem mais foco a:
  • Jogo estratégico
  • Cooperação entre os integrantes do time
  • Consciência das diversas situações e possibilidades  

Quando o OB68 PTS for lançado, vocês poderão experimentar as mudanças e dar a opinião.  Nós ainda teremos mais detalhes específicos para alinhar antes do OB68.

Espero que isso tenha dado uma boa ideia da nossa filosofia de design de personagem. No próximo texto, nós vamos tratar dos Campeões de Flanco.  Se você tiver alguma dúvida ou sugestão sobre eles, por favor fale comigo no Twitter!

Te vejo no Reino!

- Garrett Martini, Designer-chefe

Vocês concordam com essa visão de balanceamento para os suportes? Estão ansiosos para saber o que desejam fazer com os flancos na próxima temporada? Comente sua opinião!

- Mephistia